O distrito escolar independente de Arlington, no Texas, Estados Unidos, elimina os obstáculos ao acesso

Desafio

O distrito escolar independente de Arlington (AISD, na sigla em inglês) tentou usar a tecnologia como parte de um plano estratégico, mas teve dificuldade na colaboração. O compartilhamento de informações envolvia a troca de vários e-mails com anexos criados em diferentes versões do Microsoft Word. O acesso aos documentos e o compartilhamento consumiam um tempo valioso das aulas. O distrito também enfrentou o desafio de integrar realmente a tecnologia ao ensino e à aprendizagem. As escolas tinham laboratórios de informática com PCs e Macs, além de netbooks, iPads e laptops nas salas de aula, mas os planos de aula não integravam os dispositivos e a tecnologia à aprendizagem. Há dois anos, os moradores de Arlington aprovaram uma verba para aumentar o uso de tecnologias nas escolas locais por meio da adoção de mais dispositivos, que seriam disponibilizados nas salas de aula para alunos e professores. O AISD usou a verba recebida para criar um padrão mínimo de acesso à tecnologia em todas as salas de aula, priorizando a adição de dispositivos para os alunos usarem diariamente.

"Com os produtos do Google, podemos realmente revolucionar o processo de ensino e aprendizagem porque eles permitem o compartilhamento, a colaboração e o feedback entre vários grupos. Agora temos ferramentas e estratégias concretas para atingir nossas metas."

Barry Fox, diretor de tecnologia instrucional

Solução

O AISD optou pelos Chromebooks para os alunos do terceiro ano do ensino fundamental ao último ano do ensino médio devido ao custo acessível, à facilidade de uso, à duração da bateria e à capacidade de atender às necessidades dos alunos de diferentes escolas e séries. Depois da introdução dos Chromebooks, os professores começaram a usar o G Suite for Education. Alguns professores começaram logo a usar o Google na sala de aula, e os administradores rapidamente perceberam a eficiência e a facilidade de uso. Atualmente, todos os alunos e professores usam o G Suite for Education. A simplicidade do pacote ajudou na adoção. "Os professores compartilham documentos com os alunos instantaneamente por meio de links diretos e do Google Sala de Aula", afirma Barry Fox, diretor de tecnologia instrucional do AISD. "Os alunos participam, criam e trabalham em grupos pequenos. Isso aumentou muito a colaboração." "Em qualquer semana do ano letivo, são criados de 50 a 80.000 arquivos do Documentos Google", destaca Jim Holland, especialista em tecnologia instrucional do AISD. "O Google se tornou uma expectativa. Os alunos, administradores e professores precisam saber fazer login no Google porque vários recursos estão vinculados à plataforma."

Agradecemos sua inscrição.

Indique abaixo seus interesses.