As Escolas dos Jesuítas apoiam o ensino das habilidades digitais com os Chromebooks.

Os Chromebooks estão permitindo que nossos alunos pesquisem mais sobre um determinado assunto e procurem mais informações na Internet. Eles criam e compartilham materiais com os colegas e os professores. Os alunos estão desenvolvendo importantes habilidades digitais.

Pablo Laspra, administrador de redes sociais e serviços Web, professor no Colégio San Ignacio, em Oviedo.

Desafio

As Escolas dos Jesuítas sempre tiveram em mente que a adaptação do seu projeto educacional aos tempos modernos é uma prioridade e, especialmente nos últimos anos, estão trabalhando na digitalização do processo educacional. Há alguns anos, as Escolas dos Jesuítas criaram laboratórios de informática que podiam ser usados pelos alunos em algumas matérias, basicamente com pacotes de produtividade tradicionais para os trabalhos acadêmicos. Entretanto, elas descobriram que esse sistema não era nem um pouco prático e apresentava diversas dificuldades, como problemas de manutenção, problemas de usabilidade, altos custos devido a licenças e, principalmente, dificuldades no compartilhamento de documentos e informações entre os alunos e professores. Além disso, a grande necessidade de adaptação do processo educacional ao novo ambiente digital motivou um grupo de professores envolvidos no departamento de Tecnologia de Informação e Comunicação a solicitar a aprovação das diretorias de todas as Escolas para enfrentar a inovação de forma decisiva, com a introdução dos Chromebooks e do Google Apps nas salas de aula.

Solução

Durante o ano de 2014, três escolas aumentaram significativamente os esforços para colocar em prática uma completa digitalização da proposta educacional, não somente com a finalidade de levar a tecnologia para as salas de aula, mas também de aprimorar, otimizar e desenvolver um processo educacional moderno e de baixo custo, que fornecesse aos alunos as habilidades digitais ideais para desenvolver com sucesso suas carreiras no futuro.